Polícia Civil lança livro Mulheres de Delegacia. A obra relata histórias de mulheres policiais

340
Livro Mulheres de Delegacia lançado pela Polícia Civil de Goiás

Foi lançado hoje (13), no auditório da Secretaria da Segurança Pública e Justiça, o livro “Mulheres de Delegacia”, que relata a história de 32 Policiais Civis dentro da Instituição. Na obra, elas relatam os preconceitos que tiveram que enfrentar para se estabelecerem como profissionais competentes e capacitadas, num universo que até a bem pouco tempo era exclusividade dos homens.

 A mesa de autoridades foi composta pela  Delegada Geral da Polícia Civil, Adriana Accorsi, a presidenta do Conselho Estadual das Mulheres – CONEM, Ana Rita Macedo, a Superintendente de Polícia Técnico-Científica, Rejane Barcelos, o Superintendente de Polícia Judiciária, Delegado Antônio Pereira Gonçalves, o Superintendente de Políticas de Segurança Pública, Delegado Rogério Santana, o Gerente de Administração e Finanças, Delegado Waldson de Paula Ribeiro, e os representantes da Secretaria da Segurança Pública e Justiça,  Antônio Guido Siqueira Pratti e Danilo Viana Rabelo;  e da Polícia Militar, o Sub Comandante Ceral, Cel. Sérgio do Carmo e Silva.

Mensagem do Governador Marconi PerilloApós a composição da mesa a organizadora do livro, a Escrivã de Polícia Geralda da Cunha Teixeira Ferraz, falou sobre como foi o processo de entrevistar, colher depoimentos e informações de cada homenageada e editar todas as histórias. As homenageadas Célia Cristina Gonçalves de Souza – Agente de Polícia, Lilian Lícia Teixeira Guerra Magalhães, Escrivã de Polícia e Lúcia Aparecida de Oliveira Silva, Delegada de Polícia,  fizeram seus discursos ressaltando a importância da obra. Em seguida, foi a vez da Delegada Gildeci Alves Marinho relatar uma história pitoresca que não faz parte do livro, com o objetivo de demonstrar que se fossem registrar todas as histórias seria preciso outras edições de livros.

A Delegada Geral Adriana Accorsi fez seu discurso enaltecendo o trabalho de todas as policiais e  a importância da publicação do livro “Mulheres de Delegacia”, como uma ação inédita que vem fazer justiça às mulheres que trabalham e lidam com a violência e que são invibilizadas perante a sociedade.

As homenageadas receberam um kit de livros das mãos das autoridades. Após a entrega dos livros, foi oferecido um café da manhã para familiares, convidados, lideranças do movimento de mulheres e autoridades policiais que lotaram o auditório da Secretaria da Segurança Pública e Justiça. O governador Marconi Perillo fez questão de enviar mensagem (veja no box) à Delegada Adriana Accorsi, parabenizando a Polícia Civil pela iniciativa.

Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia