Maior e menores são detidos em Itumbiara, por roubo e suspeita de homicídio

388

adolescentesA Polícia Civil através do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, apreendeu três menores e prendeu um adulto, suspeitos de roubos de motocicletas e homicídio. A captura ocorreu no dia 19 de dezembro, depois que Wesley Cabral, de 18 anos, e o adolescente F.V.S.P., de 16 anos, foram vistos trafegando entre Itumbiara e Bom Jesus, numa motocicleta com as mesmas características de uma moto roubada no dia 18 de novembro, no Centro de Itumbiara.

Os policiais do GEPATRI montaram uma operação visando prender a dupla que, após se encontrar com o menor B.A.R., de 17 anos, suspeito de participar de um homicídio ocorrido em 5 de dezembro, seguiu para outro assalto, no Bairro Dom Veloso, em Bom Jesus. Após o roubo, o trio seguiu sentido Itumbiara, momento em que foram interceptados pela polícia. Houve troca de tiros e os assaltantes caíram das motos.

Os três foram dominados e encaminhados à sede do GEPATRI. Com eles, além das duas motos roubadas, foi apreendida a arma de fogo utilizada para tentar conter a ação policial. Foram lavrados, então, o auto de prisão e apreensão em flagrante dos detidos pelas práticas dos crimes de roubo de uma motocicleta em Bom Jesus de Goiás, qualificado pelo emprego de arma de fogo, e receptação dolosa da motocicleta roubada em Itumbiara.

Após realizar as detenções, as equipes do GEPATRI saíram em busca de capturar outro adolescente, V.G.L.F., de 13 anos, também investigado por ter participado do homicídio em 5 dezembro de 2014, pelo qual um dos menores envolvidos nos roubos também é suspeito. No dia 20 de dezembro, a equipe conseguiu dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão do mesmo e conduzi-lo à sede do GEPATRI.

O adulto foi recolhido ao presídio de Bom Jesus, e os três adolescentes foram encaminhados à instituição apropriada para menores, onde permanecerão à disposição da justiça. A prisão e apreensões dos mesmos contou com o apoio dos delegados Daniel Moura, de Bom Jesus de Goiás, e Rilmo Braga, coordenador do GENARC de Itumbiara.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Itumbiara