Menores acusados de homicídio são apreendidos em Luziânia. Dívida de R$ 600 motivou crime

365
menores
Menores teriam matado por dívida

O Grupo de Repressão a Narcóticos (GENARC), apoiado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), ambos de Luziânia, região do Entorno do Distrito Federal, prenderam, no dia 7 de agosto, os menores M.M.O e F.M.P, suspeitos do assassinato de Givanildo Junio Melo da Silva, de 19 anos, em Luziânia.

A prisão ocorreu durante uma operação realizada pelo GENARC, sob a coordenação da delegada Caroline Matos. Ao serem abordados pelos policiais, que já vinham monitorando suas ações pela prática de tráfico de drogas, os menores acabaram confessando o homicídio, praticado em 22 de janeiro de 2014.

A motivação do crime teria sido uma dívida de R$ 600 de drogas. Givanildo, que era viciado em crack, foi alvejado por disparo de arma de fogo. Segundo as testemunhas, após o assassinato, os autores saíram para comemorar a morte em um bar.

O delegado Fernando Cabral Gili representou pela apreensão provisória dos acusados, acolhida pelo Judiciário. O inquérito está sendo concluído e será remetido ao judiciário. O delegado regional, Rodrigo Mendes, destacou a importância da atuação contínua da Polícia Civil na redução dos índices de homicídio na região.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / 5ªDRP / Luziânia