Mulher e marido são presos suspeitos de fazer aborto e enterrar corpo

540

fetoA Polícia Civil prendeu na noite de segunda-feira (10) uma mulher e o marido dela suspeitos de fazer um aborto e enterrar o feto no quintal de casa, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo as investigações, a mulher teve a ajuda do cunhado e da irmã para ocultar o corpo.

Os investigadores prenderam a mulher em casa após receber uma denúncia. Em um primeiro momento, ela negou o crime. Entretanto, depois, na companhia do marido, ela confessou que fez o aborto. Em depoimento, o homem disse que deu o remédio abortivo para a esposa, que estava grávida de seis meses.

O feto estava enterrado no quintal da casa. “Em uma escavação simples, estava bem raso, eles (policiais) encontraram o feto no interior de uma caixa de sapato”, disse a delegada  Caroline Matos.

Em depoimento, a mulher disse que já tem três filhos e fez o aborto por não ter condição de cuidar de mais uma criança. “Na situação aqui nós temos ela, a irmã e o cunhado que serão indiciados pelo crime de ocultação de cadáver, ela pelo aborto provocado e o companheiro dela pelo aborto também”, disse a delegada. Somadas, as penas podem chegar a 7 anos.