Operação 157: GEPATRI de Rio Verde prende oito suspeitos de roubo a comércio da cidade

677

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Rio Verde, realizou, entre os dias 15 e 26 de setembro, a Operação 157, resultante de um intenso trabalho investigativo com objetivo de apurar vários roubos ocorridos na cidade e imediações. A ação foi coordenada pelo delegado Dannilo Proto e resultou na prisão de oito suspeitos.

Segundo informações do delegado, as investigações tiveram início em maio deste ano, quando um surto de roubos passou a amedrontar comerciantes da região. Num único dia, a polícia chegou a registrar sete roubos a estabelecimentos comerciais, como posto de combustível, farmácias, entre outros. A partir de então, o foco da Polícia Civil passou a ser a identificação dos autores.

gepatri rio verde
Pedro Alves, Eduardo Tassara, Jonathan Araújo e Lucas Pereira

Os levantamentos apontaram que os suspeitos gostavam de ostentar os produtos dos roubos em redes sociais. A audácia dos autores eram tamanha que eles chegavam a publicar imagens com a inscrição “157”, desenhada com cédulas roubadas nos estabelecimentos comerciais. Eles ainda comunicavam abertamente sobre si sobre o “sucesso” dos crimes.

No período das investigações, o GEPATRI conseguiu apurar cerca de 20 inquéritos policiais de roubos ocorridos em Rio Verde e região. Foram colhidos em termos vários depoimentos, bem como declarações de vítimas e testemunhas dos fatos, relatando as atuações e violência dos suspeitos. Algumas vítimas reconheceram os criminosos presos por meio de fotografias.

Foram detidos na operação Pedro Alves dos Santos Neto, de 19 anos, considerado violento e perigoso pela polícia e investigado por sete roubos a comércio; Eduardo Tassara Jacob, de 20 anos, investigado por cinco roubos e com, passagens anteriores por tráfico de drogas; Jonathan Araújo Cabral, de 20 anos, investigado por dois roubos a estabelecimentos comerciais, incluindo um posto de combustível; e Lucas Pereira de Oliveira, de 19 anos, suspeito de dois roubos, incluindo um arrastão contra alunas universitárias no centro da cidade.

gepatri rio verde2
Rafael Avelino, Ericles Ruller, Ricardo de Lima e Marcus Vinícius de Oliveira

A Operação 157 prendeu ainda Rafael Avelino de Sousa, de 19 anos, investigado por quatro roubo, incluindo o arrastão; Ericles Ruller Silva, de 18 anos, indivíduo com extensa ficha criminal, incluindo roubo com troca de tiros com a Polícia Civil; Ricardo Bernardo de Lima, de 20 anos, investigado por roubos a dois postos de combustíveis no intervalo de 15 minutos; e Marcus Vinícius de Oliveira, de 20 anos, investigado por dois roubos, incluindo o arrastão contra 20 estudantes no centro da cidade.

Conforme ressalta o delegado Dannilo Proto, as prisões evidenciam o alto grau de reincidência no cometimento de ações criminosas. O resultado da operação aponta uma redução de 87% nos registros de crimes contra o comércio local, segundo registros do mês de setembro.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GEPATRI / Rio Verde