Operação Conúbio: Segunda fase fecha laboratório de refino de cocaína

523

dinheiro denarcA Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), deflagrou nesta manhã (22) a Operação Conúbio – Parte II. Durante a ação, realizada nos setores Três Marias e Vista Bela, ambos na capital, foi desarticulado um laboratório de refino de cocaína, com apreensão de 50 quilos de cocaína, material para embalagem, formas, microondas, balanças de precisão e extensa contabilidade do tráfico.

No laboratório, situado no bairro Três Marias, as equipes prenderam Danilo Vieira dos Santos, de 28 anos, e, em seguida, foram à sua residência, no Setor Vista Bela, onde apreenderam uma pistola de calibre 380 e R$ 80 mil em espécie, além de uma máquina contadora de cédulas.

A operação é continuidade da Operação Conúbio, realizada em 23 de fevereiro, quando dez indiciados foram presos por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte de arma. Parte do grupo articulava a aquisição e posterior comercialização da droga, que era armazenada e distribuída pelos demais. Os integrantes eram responsáveis pela venda direta e chegavam a manipular a cocaína para aumentar seu volume, além de recolherem valores e constantemente prestarem contas de suas ações.

De acordo com o delegado Vinícius Teles, titular da Denarc, apesar das diligências na primeira fase da operação, as investigações apontaram que a maior parte da droga da associação ainda estava sob a posse de um último investigado, que permanecia, apesar da prisão dos demais, comercializando cocaína. As equipes empenharam e identificaram o aludido suspeito como Danilo, preso nesta quarta-feira.