Operação da Decon interdita farmácia em Senador Canedo

398

drogariaA Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), deflagrou nesta terça-feira (7), a 14ª etapa da Operação Tarja Preta, na cidade de Senador Canedo, realizada em parceria com a Vigilância Sanitária. Na ocasião, uma drogaria foi interditada por descumprir normas sanitárias de armazenamento e comercialização de mercadorias.

Segundo o delegado Webert Leonardo, titular da Decon, o estabelecimento estava funcionando de forma irregular, tendo em vista que o alvará estava com prazo de validade expirado, o que torna ainda mais grave a atividade ali desenvolvida. “Constatamos várias irregularidades no estabelecimento, tais como o comércio de medicamentos e produtos com data de validade expirada, embalagens violadas e com informações de vencimento apagadas de forma grosseira”, disse.

No momento da operação, a equipe da Polícia Civil flagrou a chegada de um indivíduo que fornecia material de limpeza para a drogaria. Ao analisar os produtos, verificou-se que embalagens de produtos hospitalares estavam sendo reutilizadas para armazenar uma solução caseira de limpeza. “Salientamos a gravidade da prática, em face da vedação legal de reutilização de embalagens hospitalares”, alerta o delegado.

Em face das irregularidades administrativas e criminais constatadas, o estabelecimento foi interditado por prazo indeterminado e a responsável legal será investigada em inquérito policial por prática de crime contra as relações de consumo.