Operação Gaios, da DOT e Sefaz, enquadra comércio clandestino de peças em Anápolis

330
operacao-gaios-59
Sefaz e PC atuam na repressão a crimes contra automotores

O resultado da Operação Gaios foi a vistoria em 11 estabelecimentos, com lavratura de sete Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) pela prática da infração prevista no artigo 2º, inciso I, da Lei 8.137/9o (fazer declaração falsa ou omitir declaração sobre rendas, bens ou fatos, ou empregar outra fraude, para eximir-se, total ou parcialmente, de pagamento de tributo).

O valor da base de cálculo dos produtos encontrados nos estabelecimentos sem cadastro foi de aproximadamente R$ 190 mil e cerca de R$ 30 mil em ICMS sonegado, conforme esclarece Luciano Pessoa, da Coordenação de Fiscalização de Trânsito e Fronteira, da Sefaz.

De acordo com a coordenadora das diligências realizadas pela Polícia Civil na operação, delegada Tatyane Cruvinel, a equipe da DOT integrou a Operação Gaios em apoio à 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), com sede em Anápolis.

Para a titular da DOT, diligências como essas contribuem para a diminuição dos crimes relacionados a automotores, uma vez que estabelecimentos comerciais funcionando de forma clandestina são frequentemente o destino de vários dos objetos da prática de tais ilícitos. (Com informações da Comunicação da Sefaz)