Operação Octopus: Em Silvânia, Polícia Civil prende 34 por tráfico de drogas e roubos

556
octopus
(Crédito: Jota Eurípedes)

A Polícia Civil deflagrou na madrugada desta quinta-feira (16/06) a operação denominada Octopus, em Silvânia, com foco na desarticulação de uma associação criminosa responsável por roubos e outros crimes, como o tráfico de drogas, em seis municípios. Ao todo, 34 suspeitos foram presos, informa o titular da Delegacia de Polícia Civil de Silvânia, Leonardo Sanches.

Segundo o delegado, durante a operação 11 suspeitos já estavam presos. Com a deflagração dessa madrugada, o número de detenções aumentou. Dentre os presos, quatro foram pegos em flagrante com cerca de 5 kg de drogas (maconha e cocaína).

De acordo com o delegado-geral, Álvaro Cássio, foram cumpridos 40 mandados de prisão e 27 de busca e apreensão. Participaram da operação o efetivo de 97 policiais civis. Destes, 22 são delegados, 67 agentes e oito escrivães. A operação contou ainda com importante apoio das Superintendências de Polícia Técnico-Científica (SPTC) e Executiva de Administração Penitenciária (Seap).

Segundo o titular da Delegacia de Polícia Civil de Silvânia, Leonardo Sanches, os membros da organização atuavam de dentro e fora dos presídios de Silvânia e de Aparecida de Goiânia. “Eles controlavam o tráfico de todas as cidades da região da Estrada de Ferro e praticavam roubos a residências”, relata ao informar que, com as prisões o tráfico de drogas será reduzido de 70% a 80% nesses municípios.

Ao todo, a organização controlava o comércio de drogas em seis municípios: Aparecida de Goiânia, Bela Vista, Senador Canedo, Silvânia, Leopoldo de Bulhões e Vianópolis.

A operação

A Operação Octopus teve início em janeiro de 2015, quando a Polícia Civil deu origem às investigações acerca dos envolvidos. De acordo com o delegado Leonardo Sanches, em meados do ano passado a associação se dividiu, porém se reorganizou tempos depois. “Após essa divisão eles se juntaram novamente, porém de forma mais estruturada, com funções definidas para cada integrante como armazenamento, transporte e comércio do material”, afirma.