Polícia Civil de Inhumas prende oito pessoas por formação de quadrilha e tráfico de drogas

656
Diêgo da Silva - um dos comparsas da quadrilha

Oito mandados de prisão preventiva foram cumpridos nesta manhã(26), pelos policiais civis da Delegacia de Inhumas, numa operação denominada Quebra Comando,  coordenados pelo delegado de polícia Humberto Teófilo de Menezes Neto. Dentre os oito mandados, cinco eram de busca e apreensão domiciliar e dois de sequestro de bens móveis.

Fala Mansa

De acordo com as investigações, Muryllo Luís Boaventura, o Devá, considerado o líder da quadrilha, com o auxílio dos comparsas Wanderson Custódio dos Santos, o “Mandioca”, Diego César da Silva, Francisco de Assis Costa Lima, conhecido como “Tio Chico”, Suely Luíza Boaventura, José Roberto Souza dos Santos, o “Fala Mansa”(os dois últimos foragidos da Justiça do DF), planejavam assaltos na cidade de Inhumas e auxiliavam materialmente Spayker Weverton da Silva, o Teté e Jácomo Neto Martins Bosco, o Gargamel, presos na Agência Prisional de Inhumas, por roubo circunstanciado e homicídio qualificado, enviando drogas e aparelhos celulares para dentro do presídio.

Tio Chico

Teté e Gargamel, com prisões preventivas decretadas, eram os responsáveis pelo comando de dentro da Agência Prisional e recebiam de Muryllo Luís Boaventura e seus comparsas informações privilegiadas sobre os crimes que vinham ocorrendo na cidade de Inhumas. Todos os presos possuem antecedentes criminais por crime contra o patrimônio – roubo, receptação, tráfico de drogas e homicídio.

Texto: Geralda Ferraz – Escrivã de Polícia

Gargamel