Operação Shanti prende nove pessoas em Formosa. Cem policiais participaram da ação

501
zumas
Alguns dos presos na Operação Shanti

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) da 11ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Formosa, realizou, no dia 5 de julho, a Operação Shanti, em referência ao termo hindu que quer dizer “paz”, com o objetivo de cumprir mandados de prisão e busca em conhecidos pontos de tráfico de drogas.

A ação contou com o trabalho de cerca de 100 policiais, lotados em todas as delegacias cinscunscricionadas à 11ª DRP, além de agentes do GENARC de Luziânia, Posse, Valparaíso e Águas Lindas e dos grupos de Investigação de Homicídios (GIH) de Valparaíso e Águas Lindas.

A operação cumpriu 17 mandados de busca e apreensão em prováveis pontos de venda de drogas espalhados por diversos setores de Formosa. Ao todo, nove pessoas foram presas, pelos crimes de tráfico de drogas, homicídio e contrabando. Armas, munições e cigarros foram apreendidos.

Segundo o delegado Vytautas Zumas, coordenador da operação, os pontos de tráfico investigados já foram ou serão palcos de rixas entre criminosos, o que acaba gerando ocorrências de crimes de homicídios tentados e consumados, colocando em risco moradores comuns de tais bairros.

“Sabemos que a maioria dos crimes de repercussão está, de um modo ou de outro, conectada ao tráfico de drogas, sendo que o combate ao mal, pela raiz, é um dos métodos mais efetivos para diminuição da criminalidade”, opina Zumas.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / Formosa