PC divulga balanço de mais ações executadas no âmbito da Operação Guardião

583
WhatsApp Image 2016-11-10 at 11
Autuados por Tráfico e Associação após diligências em Catalão

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) da 9ª Degacia Regional de Polícia Civil (DRPC), com sede em Catalão, no Sul Goiano, divulgou o balanço final das ações no contexto da Operação Guardião, executadas na manhã de quinta-feita (10). Foram cumpridos cindo mandados de busca e apreensão domiciliar. Três pessoas foram presas. Um Boletim de Ocorrência Circunstanciado foi lavrado em desfavor de um menor.

Guilherme Henrique Cândido Mesquita, que já responde pela prática do crime de Homicídio (Artigo 121 do Código Penal Brasileiro), e Moisés Nunes foram autuados por Tráfico de Drogas (Artigo 33 da Lei de Drogas). Letícia Alves dos Santos foi enquadrada também por Tráfico de Drogas e Associação para o Tráfico (Artigos 33 e 35 da Lei de Drogas).

O menor M.G.O.N também foi conduzido por ato infracional análogo aos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para o Tráfico. Nas residências dos autores dos delitos foram encontradas várias porções de material assemelhado a crack e maconha, devidamente embalados e prontos para comercialização.

Após serem conduzidos a centro de saúde, onde foram confeccionados Relatórios Médicos, os maiores foram levados à Unidade Prisional do município. Já o menor, por determinação legal, foi entregue a seus responsáveis.

Coordenado pelo Genarc de Catalão, o lançamento da Operação Guardião recebeu o apoio dos 1º e 2º Distritos de Polícia (DDPs) e da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Catalão, além dos e DDPs de Ipameri e Campo Alegre.

WhatsApp Image 2016-11-10 at 113
Marlon Caique Moreira da Silva e Victor Rocha Ribeiro: Homicídio

Professor Jamil
Também a 6ª DRPC, com sede em Itumbiara, registrou diligências policiais engendradas pela Operação Guardião. Policiais civis de Professor Jamil cumpriram mandado de prisão temporária em desfavor de Marlon Caique Moreira da Silva e Victor Rocha Ribeiro, investigados pela prática de Homicidio Qualificado (Parágrafo 2º do Artigo 121 do Código Penal Brasileiro) cometido contra Raylan Mendes da Cruz no dia 15 de outubro deste ano.

Na residência de Victor, os investigadores encontraram substância assemelhada a cocaína, a qual o conduzido confessou sua intenção de revender. Ele foi autuado pela prática do crime de Tráfico de Drogas. Ambos foram recolhidos na Unidade Prisional de Cromínia e estão à disposição do Poder Judiciário local.

O coordenador das ações, delegado Tommaso Leonardi, destaca o empenho da equipe do DDP de Professor Jamil e agradece o apoio prestado pelo DDP de Piracanjuba, Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), além da Polícia Militar de Professor Jamil.