PCGO apresenta Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro

772
IMG_7691
Potencialidades do laboratório foram apresentadas a delegados

Dirigentes e autoridades policiais gestoras de unidades especializadas da Polícia Civil de Goiás estiveram reunidas para a apresentação, em caráter técnico, do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro, ocorrida no início da tarde de terça-feira (07).

Coordenada pelo delegado Thiago Torres e ligado à Gerência de Inteligência da Polícia Civil de Goiás, o Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro é fruto da iniciativa do superintendente de Polícia Judiciária, Alécio Moreira.

O objetivo da montagem da nova unidade foi oferecer, às autoridades policiais que se depararem com a ocorrência desse tipo de atividade criminosa em suas investigações, aporte de softwares e profissionais especializados, os quais produzirão dados destinados a reforçar o acervo probatório constante dos inquéritos policiais instaurados com vistas à apuração do crime de lavagem de dinheiro.

IMG_7699
Alécio Moreira, um dos idealizadores da nova unidade da PCGO

De acordo com o delegado Thiago Torres, o Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro é fruto de viagens para troca de experiências bem-sucedidas em outras Unidades da Federação.

Para Alécio Moreira, a nova unidade vai tornar ainda mais eficiente a realização da atividade-fim da PCGO como polícia judiciária. “Com esse novo aporte, poderemos aprofundar de maneira considerável as investigações de lavagem de dinheiro, instrumento largamente utilizado pelas organizações criminosas para conferir ao fruto de suas atividades a aparência de legalidade”, destaca.