Pedreiro que atacou mulher com 26 facadas é preso pela Deam de Aparecida de Goiânia

337
Investigado alega que agiu em legítima defesa.
Investigado alega que agiu em legítima defesa.

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (21/10) o pedreiro Manoel Francisco da Cruz, de 38 anos, acusado de tentativa de homicídio contra a própria companheira. De acordo com a Delegada Bruna Damasceno Bezerra Tocantins, da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), de Aparecida de Goiânia, o crime aconteceu no dia 1º de setembro deste ano, quando o casal discutiu pelo fato de Manoel ter passado a noite fora de casa, em uma festa. Durante a briga, ele desferiu 26 facadas na mulher.

Logo no início das investigações a Delegada representou pela prisão temporária de Manoel, pedido que foi deferido pelo Poder Judiciário. Ontem os investigadores conseguiram identificar o local onde o pedreiro estava trabalhando, no Jardim Tiradentes, e o prenderam. O suspeito alega que agiu em legítima defesa, pois a briga teria sido iniciada pela mulher: “Ele conta que a vítima pegou a faca para agredi-lo e ele teria tomado a arma das mãos dela. Em seguida teria partido para a agressão. Ele diz que deu três facadas e depois não viu mais nada”, conta um dos investigadores responsáveis pela prisão.

De acordo com a Delegada, a vítima teve alta hospitalar e está se recuperando das lesões. Manoel responderá por tentativa de feminicídio, cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão.