Polícia apreende trio de menores que esfaqueou idoso de 70 anos em Goianésia

282
menores2
Menores são considerados perigosos

A Polícia Civil de Goianésia apreendeu, no dia 14 de agosto, três menores suspeitos de terem praticado tentativa de latrocínio contra o aposentado Gênico Louredo de Bessa, de 70 anos, na noite anterior. De acordo com as investigações, um dos adolescentes tinha saída da internação uma semana antes do crime. Os três são considerados extremamente perigosos.

Segundo o delegado Murillo Leal Freire, titular da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (DEPAI), os menores seguiram o idoso e entraram em sua residência com o objetivo de furtar quantia em dinheiro. O aposentado reagiu e acabou atingido por sete golpes de faca, ficando gravemente ferido.

Após tomar conhecimento dos fatos, policiais civis da DEPAI, da Delegacia Municipal e da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), com o apoio da Polícia Militar, realizaram força-tarefa afim de localizar os suspeitos. Inicialmente, dois adolescentes foram localizados e tentaram empreender fuga, sendo perseguidos pelos policiais e pegos em seguida. O terceiro menor foi encontrado dormindo, na casa da mãe.

O delegado Murillo conta que os adolescentes confessaram, além da tentativa de latrocínio contra o idoso, um roubo violento praticado dois dias antes, que deixou m homem ferido. Eles assumiram também a culpa por furtos cometidos anteriormente na região. “São menores extremamente perigosos e com vasta passagem criminal, além de frios”, considera o delegado.

Pela tentativa de latrocínio, foi lavrado um Auto de Apreensão em Flagrante. Como os menores não foram apreendidos em flagrante pelos crimes anteriores, foram instaurados procedimentos de Auto de Investigação de Ato Infracional. O idoso agredido foi levado em estado grave para um hospital de Anápolis.

“Temos uma excelente equipe e, graças ao desempenho e competência de todos, conseguimos apreender estes infratores que estão aterrorizando a cidade. A Polícia Civil de Goianésia trabalha diuturnamente para assegurar a paz e a tranquilidade nesta cidade. Agradeço também aos policiais militares que participaram da apreensão”, finaliza o delegado Murillo Leal.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / DEPAI / Goianésia