Polícia Civil apreende menores suspeitos de matarem agente prisional em Quirinópolis

364
quirinopolis
Os menores foram apreendidos em Rio Verde

A Polícia Civil apreendeu, no dia 31 de julho, os dois menores acusados de matarem o agente prisional Thiago da Silva Rocha, de 22 anos. O crime aconteceu no dia 24 de julho, quando o agente abriu o portão do presídio de Quirinópolis, para os adolescentes, de 16 e 17 anos. Ao perceber que os jovens estavam armados, Thiago reagiu e acabou baleado no rosto. Toda a ação foi registrada pelo circuito de câmeras de vigilância.

Segundo o delegado de Quirinópolis, Tommaso Leonardi, os menores foram apreendidos em Rio Verde. Ambos possuem passagens na polícia, um deles, por homicídio. A localização e apreensão dos menores, que confessaram o crime, foi resultado de uma ação conjunta das polícias de Rio Verde e Quirinópolis. Outras duas pessoas, maiores, já estavam presas por coparticipação no crime.

Tanto os menores apreendidos, quanto os outros dois acusados, teriam a intenção de resgatar detentos recolhidos no presídio de Quirinópolis. A mulher detida logo após o crime é, inclusive, mãe de um dos internos. Thiago era o único carcereiro de plantão no momento do crime e estava trabalhando no presídio há cerca de duas semanas. A ele, os menores disseram que queriam entregar um colchão a um dos detentos.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Quirinópolis