Polícia Civil: Chef de cozinha furta R$ 9,2 mil em restaurantes de shoppings de Goiânia

292
Imagem da câmara de segurança mostra o momento do furto

Uma chef de cozinha de 41 anos é suspeita de furtar R$ 9,2 mil de dois restaurantes japoneses onde ela trabalhou, em dois shoppings de Goiânia. Ela foi interrogada no 8º Distrito Policial nesta quinta-feira (6), mas como não houve flagrante, foi liberada e responderá o processo em liberdade.

De acordo com o delegado Waldir Soares, titular do 8º DP e responsável pelas investigações, o primeiro furto ocorreu em junho de 2012, no Setor Marista. “Ela estava há seis meses no restaurante e levantou como era o funcionamento do cofre e do caixa. Depois, agiu quando o estabelecimento estava fechado. Nesta primeira vez, ela levou R$ 8 mil”, explica o delegado ao G1.

Mais de um ano e meio depois, ela voltou a cometer o crime, no último dia 22 de fevereiro. A suspeita já não trabalhava mais no restaurante, mas foi contratada como prestadora de serviço de outra unidade da franquia, localizada em um shopping do Jardim Goiás. Atuando da mesma forma, ela levou da empresa o valor de R$ 1,2 mil. Ao delegado, a mulher confessou que cometeu o segundo crime, mas negou ter agido no furto primeiro furto. “Ela disse que foi convidada por outros dois funcionários, mas não participou”, destaca Soares.

A Polícia Civil não acredita na alegação da suspeita, pois em momento alguns das filmagens os outros dois empregados aparecem. Mesmo assim, irá intimá-los para que prestem depoimento sobre o caso. Somente depois disso, é que o inquérito será concluído. Conforme a Polícia Civil, a mulher já tinha passagens por formação de quadrilha e estelionato. Caso seja condenada pelos dois crimes, pode pegar até 16 anos de prisão.

 

Fonte: G1 / GO
Texto: Silvio Túlio