Polícia Civil conclui inquérito sobre Chacina de Doverlândia. Aparecido Alves agiu sozinho

406
Aparecido Souza, ainda em vida, cometeu sozinho a chacina

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava as causas da chacina ocorrida na cidade de Doverlândia, no sudoeste de Goiás, que matou sete pessoas no dia 28 de abril do ano passado. Para a polícia, o assassino confesso do crime, Aparecido Souza Alves, de 22 anos, agiu sozinho.

 De acordo com o inquérito, o que motivou os assassinatos foi uma tentativa de assalto na Fazenda Nossa Senhora Aparecida: “Nós finalizamos a investigação e constatamos que suspeito cometeu o crime sozinho, ou seja, não houve a participação de outras pessoas no crime. Apesar da complexidade do caso, a polícia se dedicou para que a resolução saísse da melhor forma possível”, esclarece o delegado de Iporá responsável por conduzir as investigações, Ronaldo Pinto Leite.

Aparecido Souza Alves foi preso no dia 30 de abril. A polícia fez a primeira reconstituição dos crimes no inicio de maio e durante a investigação, o suspeito chegou a dar várias versões para os crimes, o que dificultava o trabalho.

Em uma das tentativas de entender o que tinha acontecido, o helicóptero da Polícia Civil, que trazia cinco delegados, dois peritos e o principal suspeito da chacina, acabou caindo no município de Piranhas e matando todos os ocupantes.

O acidente aconteceu quando a equipe voltava de Doverlândia para Goiânia logo após a segunda reconstituição do caso. Com a queda da aeronave e a morte de alguns dos principais envolvidos na investigação da chacina, a apuração dos fatos acabou prejudicada.

Assim, somente oito meses depois da chacina é que a Polícia Civil conseguiu concluir os laudos dos sete assassinatos na fazenda. A perita criminal Mariana Mota confirma que Aparecido realmente agiu sozinho: “Nos fragmentos de cigarro, copos, garrafa foi encontrado apenas o perfil genético do suspeito”.

Já com relação à queda do helicóptero, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que ainda não há previsão para a divulgação de um laudo sobre as causas do acidente com a aeronave.

Fonte:Site G1
Foto: Site A Redação