Polícia Civil conclui inquérito sobre homicídio no setor Capuava

542
ladrao
João Marcos e Lucas Benson

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte de Gabriel Vilela Barra, ocorrida no dia 30 de maio do corrente ano. De acordo com a investigações, conduzidas pelo Grupo de Repressão a Latrocínios da Delegacia de Investigações Criminais (Deic), Gabriel foi morto após invadir a residência de José Ricardo Silva Oliveira para roubá-lo.

No entanto, José Ricardo, de posso de uma arma de fogo, reagiu ao assalto e trocou tiros com Gabriel, que portava uma pistola calibre 9mm. De acordo com o delegado Francisco Lipari, responsável pelo caso, o assaltante morreu no local e, apesar de ter sido alvejado, José Ricardo sobreviveu.

No dia do assalto, Gabriel estava acompanhado dos comparsas João Marcos Souza e Lucas Benson Gonçalves Barros, que estão presos preventivamente na Casa de Prisão Provisória (CPP). Os dois foram indiciados pelo crime de tentativa de latrocínio. A reação de José Ricardo foi considerada legítima defesa.