Polícia Civil de Aragarças prende autores de homicídio ocorrido em Bom Jardim de Goiás

614

aragarasA Polícia Civil de Aragarças prendeu, no dia 27 de junho, os autores de um homicídio ocorrido em Bom Jardim de Goiás, em 24 de junho. Wéder Lucindo Cardoso e Leandro Barreto Tomé teriam matado a tiros Solismar Souza Silva, a mando de Manoel Olímpio Cardoso, conhecido como “Manoel Pequi”. O crime foi encomendado porque a vítima estaria ameaçando a neta de Manoel, após o fim de um relacionamento amoroso.

Ao perceber a movimentação imediata da equipe policial, após o crime, Manoel foi até a delegacia e confessou a encomenda do homicídio. Mandante e executores combinaram que a execução seria feita por R$ 6 mil. Desse total, R$ 2 mil foram pagos antecipadamente. Segundo o delegado Ricardo Galvão, que coordenou as investigações, o restante do valor seria pago após a execução. A dupla responsável pela execução foi presa em seguida.

Wéder e Leandro confessaram a prática do delito. Eles teriam vigiado a vítima no dia do crime, em uma festa na cidade. Ao deixar o local, Solismar foi perseguido e morto por cinco disparos de arma de fogo. Após o crime, Leandro, o autor dos disparos, foi para casa. Wéder, por sua vez, voltou para a festa e, no dia seguinte, fugiu para uma fazenda a 25 quilômetros de Bom Jardim, onde foi localizado e preso.