Polícia Civil de Goianésia prende suspeito de crime bárbaro contra ex-mulher

913
silvio goianesia
Silvio Pereira dos Santos

A Polícia Civil de Goianésia prendeu, no dia 15 de outubro de 2015, Silvio Pereira dos Santos, suspeito de matar a facadas a ex-mulher, Patrícia Aparecida de Faria, de 30 anos, em julho de 2013. A vítima foi morta enquanto se dirigia a pé para o trabalho. Segundo testemunhas, um motociclista discutiu com Patrícia na rua, desceu da moto e a esfaqueou por mais de 20 vezes. Em seguida, o autor ainda passou com a moto sobre a mulher.

Na época, testemunhas contaram que o autor, após atropelar a vítima, perdeu o controle da moto e se chocou contra uma árvore, deixando cair a arma do crime e o boné que utilizava. Além disso, parte da pedaleira da motocicleta ficou no local. Em seguida, o homem fugiu, tomando rumo ignorado. Patrícia morreu no local, atingida nas costas, braço e rosto.

As investigações sobre o homicídio duraram mais de dois anos, até que Silvio fosse encontrado em Planaltina de Goiás, Entorno do Distrito Federal, onde foi preso. Com o investigado, a polícia encontrou uma foto ampliada da ex-esposa, que ele carregava consigo. Antes de se mudar para Planaltina, Silvio teria morado em Jaraguá, Anápolis e Goiânia. Ele teria matado Patrícia por não aceitar o fim do relacionamento.

A prisão do suspeito, que fabricou a arma do crime, contou com a participação de policiais civis de Goianésia, liderados pelo delegado regional Marco Antônio Maia Júnior, e Cristiomário Medeiros, titular de delegacia de Planaltina de Goiás. A prisão provisória, de 30 dias, pode ser convertida em preventiva.