Polícia Civil de Guapó prende mulher que organizou explosão de presídio do município

464
WhatsApp Image 2017-07-14 at 101
Mayara Camargo de Souza

A Polícia Civil de Guapó prendeu, na manhã de sexta-feira (14), Mayara Camargo de Souza. Ela é investigada por ser suspeita de arquitetar a fuga de presos da Unidade Prisional do município por meio da explosão de parte das instalações físicas da unidade.

Companheira de Diemerson, um dos presos que participou da explosão do presídio em Guapó no dia 30 de maio deste ano, Mayara teria arquitetado o plano de fuga. Além disso, ela teria oferecido sua casa como base onde eram planejadas e executadas as ações criminosas uma semana antes da fuga. Após o ocorrido, Mayara fugiu com Diemerson , que foi preso logo depois.

O titular da Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Guapó, delegado Arthur Fleury, representou pela prisão preventiva de Mayara, que foi deferida pelo Poder Judiciário e cumprida pelos agentes de polícia Carlos Henrique e Eurípedes Benedito. Coordenada pelo delegado Arthur Fleury, a equipe da DDP Guapó é formada pelos agentes Carlos Henrique, Reinaldo Zulu, Euripedes Benedito, Werley Marques, Florencio Marques , João Lara e escrivães Karla Pacheco e Henderson Pereira.