Polícia Civil: DEIC recupera carga roubada em Aparecida de Goiânia no valor de R$ 1 milhão

350
Carga recuperada pela Polícia Civil em galpão foi avaliada em R$ 1 milhão

Cargas avaliadas em quase R$ 1 milhão roubadas em Goiás e no Tocantins foram recuperadas pelos policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC). Os objetos foram roubados em duas ações diferentes. Eles foram recuperados no fim da tarde de quinta-feira (20.09) em um galpão no Jardim Veneza, em Aparecida de Goiânia.

A Polícia Civil chegou ao local após informações obtidas nas investigações. No galpão, ninguém foi encontrado. O dono do estabelecimento afirmou, por telefone para os policiais, que alugou o espaço. O delegado de polícia, Germano César  de Castro, adjunto da Deic, espera a apresentação dele ainda na tarde desta sexta-feira (21).

                                                                               Os roubos

A carga roubada localizada pertence a dois roubos. O primeiro aconteceu em um posto de combustível em Fátima (TO) no dia 30 de maio. As peças para a montagem de 500 televisores seguiam para a Zona Franca de Manaus.  O motorista foi abordado por dois elementos. A vítima ficou por um período no poder dos suspeitos, mas foi abandonada em um local e o caminhão foi localizado em outro ponto já sem a mercadoria.

Delegado de Polícia Germano César

O outro crime aconteceu nas proximidades da Avenida Perimetral Norte, em Goiânia, no dia 5 de julho. O motorista do caminhão carregado com peças de refrigeradores, instrumentos cirúrgicos e outros foi fechado por um veículo, quando dois homens o abordaram. A forma de agir dos bandidos foi similar ao primeiro. A vítima também foi abandonada em local diferente do veículo. No relato para a polícia, o motorista do caminhão afirmou que era a segunda vez que era vítima do mesmo suspeito em um ano.

O delegado Germano Castro acredita que uma mesma quadrilha efetuou os roubos ou receptou as cargas. Segundo ele, as investigações vão continuar. Os proprietários das cargas foram acionados e irão buscar os objetos.

Fonte: O Hoje
Texto: Cejane Pupulin
Foto: Fabio Lima