DEMA faz Operação Arenito para combater extração irregular de areia em rios da zona rural

347
Guincho da Polícia Civil retira draga do rio durante a Operação Arenito

A Polícia Civil, através da A DEMA – Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente, realizou entre os dias 24 e 26 de setembro último a Operação Arenito 2012, com o objetivo de combater a extração irregular de areia. Os Policiais Civis fizeram a apreensão de 8 equipamentos de extração de areia, conhecidos como Dragas. Os responsáveis pelos equipamentos realizavam o trabalho sem a licença ambiental expedida por órgão ambiental ou em desacordo com a mesma.

Draga utilizada para a extração irregular de areia é apreendida pela DEMA

A operação foi desenvolvida em propriedades rurais situadas nos municípios de Aloândia, Joviânia e Morrinhos, onde os equipamentos se encontravam no Ribeirão da Onça, Córrego dos Macacos, Córrego Barreiro, além do Rio Meia Ponte. A Polícia Civil instaurou 18 procedimentos policiais, enquanto que a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) aplicou multas, perfazendo um total de R$ 145.000 mil.

A Operação Arenito contou com a participação de 10 Policiais Civis, sendo dois Delegados, seis agentes e dois escrivães, além dos policiais  lotados na Delegacia de Joviânia, que disponibilizou um Aelegado e dois Agentes paa dar apoio à Operação realizada pela DEMA. Participaram ainda dois servidores do Departamento de Transportes da Polícia Civil, que atuaram na logística da operação, quatro fiscais da SEMARH e dois Peritos da Polícia Técnico-Científica.

 

 

Texto: Caio Ribeiro – Escrivão de Polícia da DEMA

Fotos: Polícia Civil (DEMA)