Polícia Civil desvenda esquema de roubos de veículos. Ordens partiam da cadeia de Itumbiara

407
itumbiara
Alcides e Athos

A Polícia Civil de Itumbiara realizou, no dia 9 de junho, uma operação com a finalidade de desmanchar uma quadrilha que vinha praticando roubos de veículos na região. Cinco pessoas foram autuadas suspeitas de roubar, principalmente, camionetes, usadas como moeda de troca no tráfico de drogas.

Segundo informações do delegado Rilmo Braga, coordenador do Grupo Especial de repressão a Narcóticos (GENARC) de Itumbiara, o esquema era gerenciado de dentro do Presídio Regional de Sarandi, no mesmo município. Ao menos oito roubos teriam sido realizados pelos suspeitos.

Diomar Araujo Pereira, de 27 anos, Athos Rafhael Moreira, de 28 anos e Lourenço Oliveira dos Santos, de 22 anos, seriam responsáveis por comandar o esquema de dentro do presídio. De lá, eles contrataram Alcides Fernando Nogueira, de 22 anos, responsável por praticar os assaltos, com ajuda de comparsas.

De acordo com as investigações, a operação foi iniciada em Caldas Novas, onde policiais encontraram a casa de Tatiane Mesias Riedel, de 19 anos, esposa de Athos. O local era utilizado como ponto para “esfriar” os veículos roubados em Itumbiara, antes de serem vendidos ou trocados por drogas.

Na residência, foram apreendidos dezenas de documentos pessoais tomados de vítimas durante os assaltos, papel moeda para falsificação de documentos veiculares, uma impressora para preenchimento de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), etiquetas e pinos para remarcação de chassis.

tatiane
Tatiane, esposa de Athos

Diante da prisão de Tatiane, novas diligências foram realizadas, sob a coordenação do delegado Rilmo Braga, que culminaram com a apreensão de um Fiat Siena, roubado no dia 7 de junho, e de uma pick up S-10, roubada em 1º de junho, em Itumbiara. Em ambos os casos, os roubos, com refém, atendiam a encomendas de dentro do presídio.

Concomitantemente, policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, coordenado pelo delegado Rogério Moreira, abordaram a casa de Alcides Fernando, contratado pelo grupo para gerenciar os roubos fora do presídio.

Na casa do suspeito, foram apreendidas porções de drogas prontas para venda, o que confirmou as suspeitas de que os veículos roubados eram trocados por drogas para o abastecimento de bocas de fumo na cidade.

A Polícia Civil ainda está no encalço de outros envolvidos suspeitos de integrar a quadrilha. Dois menores e três adultos jé teriam, inclusive, sido identificados. Os envolvidos que já estavam presos foram autuados novamente para que tenham suas penas majoradas.

Os delegados responsáveis pelo caso destacaram o papel da nova direção do Presídio de Itumbiara, que apoiou as investigações e providenciou abordagem das celas do presídio, além do apoio da Polícia Militar, que auxiliou na recuperação e apreensão de outros dois veículos roubados recentemente pela mesma quadrilha. (clique nas fotos para ampliar)

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / GENARC / Itumbiara