Polícia Civil desvenda autoria do latrocínio que vitimou a jovem Jéssica

475
Cléber Junio está foragido. Informações podem ser repassadas pelo telefone 197.
Cléber Junio está foragido. Informações podem ser repassadas pelo telefone 197.

A Polícia Civil apresentou nesta quinta-feira (03/03) o resultado das investigações que levaram à identificação dos autores do latrocínio que vitimou a jovem Jéssica Ferreira da Silva, 23 anos, no último dia 28 de fevereiro, no Jardim Tiradentes, em Aparecida de Goiânia.

Assim que tomou conhecimento do fato, o Delegado Titular da 6ª Delegacia Distrital de Aparecida de Goiânia, Dr. Carlos César Simão Levergger, reuniu sua equipe e iniciou as investigações. Nas primeiras horas de segunda-feira foi montada uma força tarefa com seis Delegados, 26 Agentes e dois Escrivães, sob o comando do Delegado Regional André Fernandes.

Os investigadores identificaram dois casais que haviam sido assaltados pelos mesmos autores, instantes antes do latrocínio, na mesma região, e assim conseguiram levantar características da dupla e da motocicleta utilizada no episódio.

Após novos levantamentos a moto foi encontrada na residência de um dos autores, identificado como Cléber Junio Macedo Condes, 18 anos. Testemunhas (familiares de Cléber) confirmaram que ele estava com a moto no horário do crime e que teria, inclusive, comentado com pessoas mais próximas que “o assalto teria dado errado”.

A Polícia Civil também identificou que o carona da motocicleta – um adolescente de 14 anos -, foi o responsável pelo disparo que matou Jéssica. O menor utilizava uma camiseta do Goiás Esporte Clube, modelo antigo. Esse uniforme acabou sendo encontrado mais tarde em sua casa.

Após a identificação e qualificação dos dois autores, o Delegado Carlos Levergger representou pela prisão preventiva de Cléber e pela busca e apreensão do adolescente, medidas que já foram deferidas pelo Poder Judiciário.

Embora esteja devidamente esclarecida a autoria do latrocínio, os autores estão foragidos. As suspeitas são de que ambos deixaram a região metropolitana da Capital após o fato. As diligências da Polícia Civil seguirão ininterruptamente até a localização da dupla. Neste sentido, a Polícia Civil solicita a quem tiver informações que possam levar aos autores, que comuniquem a instituição pelo telefone 197. Para denunciar, não é preciso se identificar.