Mozarlândia: Polícia Civil desvenda latrocínio 14 horas após assassinato de idoso

936
unnamed
Maranhão e Bibi: mataram por botijão de gás

Após 14 horas do latrocínio (roubo seguido de morte) do aposentado José Pereira de Jesus, de 82 anos, policiais civis prenderam dois homens suspeitos de cometerem o crime, em Mozarlândia, distante 310 quilômetros de Goiânia. A vítima foi morta na madrugada de quinta-feira, dia 29 de maio.

Os presos são o lavrador Gilberto Malta Brandão, 34, conhecido como “Maranhão”, e Antônio Elândio Anselmo de França, 26, apelidado de “Bibi”. Segundo o delegado Arthur Curado Fleury, responsável pelo caso, Antônio é ex-namorado de uma neta da vítima.

Conforme a polícia, meses atrás, Antônio Elândio teria ouvido da namorada que o avô “guardava boa quantia de dinheiro em casa”. Já na última quarta-feira, a dupla teria ficado sem gás de cozinha na casa onde moram, quando resolveu roubar o idoso.

Após dias de consumo de drogas e bebidas, Gilberto e Antônio teriam decidido roubar o aposentado, conforme a Polícia Civil. Para a polícia, o idoso foi morto por esganadura, pois teria reagido ao assalto. No roubo, foram levados um botijão de gás, violão e um ventilador.

O delegado Arthur Fleury ressalta a dedicação da equipe como fator importante para a elucidação rápida do crime e parabeniza os policiais civis Allysson Lula de Sousa, Alex Sandro Mendes, Karla Soares Pacheco, Marcus Costa Chaves e José Dias Dourado. “Todos compreenderam o nível de comoção que o fato gerou na cidade e atuaram com dedicação, cumprindo com seu dever de forma abnegada”, salienta.

Fonte: Jornal O Hoje