Polícia Civil elucida crimes de quadrilha que aterrorizava zona rural de Cristalina

372

Policiais Civis de Cristalina prenderam em flagrante no último dia 1º,  Patrik de Moraes, 22 anos, flagrado enquanto guardava em sua casa duas espingardas calibre 20, um revólver calibre 32 e diversas munições de diferentes calibres, além de aparelhos celulares e uma balaclava. A prisão de Patrik, que vinha sendo investigado, culminou na elucidação de um homicídio e dois latrocínios e de roubos ocorridos na zona rural de Pontalina. Patrik morava junto Adriano Regis, cujas investigações apontaram depois tratar-se de seu comparsa nos crimes. Os dois eram até então suspeitos de serem os autores de diversos roubos na zona rural de Cristalina. Adriano está foragido.

Patrik de Moraes

No dia 29 de novembro, durante a noite, Webertt Luiz de Souza foi morto na porta de sua casa com um tiro de espingarda no peito. Testemunhas apontaram Adriano e Patrik como autores do crime. Quando os Policiais Civis procuravam por Adriano, encontraram Patrik e as armas de fogo. Perguntado e confrontado com os elementos de informação obtidos, Patrik confessou a participação no homicídio do próprio comparsa Webertt, além de confessar que Adriano e Webertt e ele próprio foram os autores de pelo menos outros dois crimes de latrocínio, todos ocorridos no mês de novembro na zona rural de Cristalina.

Segundo o Delegado Vitor Oliveira Magalhães, a prisão de Patrik foi uma etapa importante no combate à criminalidade na região de Cristalina. Os moradores da zona rural, segundo o Delegado, estavam amedrontados diante da atuação violenta do grupo e têm agora motivos para se tranqüilizarem. Ainda segundo o Delegado Vitor Magalhães, pelo menos inquéritos policiais sobre crimes de homicídio, latrocínio e roubo, todos atribuídos ao grupo, foram encaminhados ao Poder Judiciário com pedidos de medidas cautelares de natureza urgente, tudo para que tenham continuidade as investigações, especialmente no sentido de localização e prisão de Adriano Régis e dos demais integrantes do grupo.