Polícia Civil: Ex-Gerente do BB e mais três pessoas são presas por crime de falsificação de cheques

356

Um ex-Gerente do Banco do Brasil, demitido há uma semana, foi preso na última quinta-feira (30/8) pela Polícia Civil, suspeito de integrar uma quadrilha de fraude de talões de cheque. Rogério Rodrigues Lima de Araújo e a quadrilha eram investigados desde maio deste pela Delegacia Estadual de Investigação Criminal (Deic). Outros três suspeitos também foram detidos.

De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha realizava parcerias com gerentes de bancos e fraudava cheques, inclusive de empresas. Os crimes envolvem principalmente o Banco do Brasil e o PanAmericano, mas também englobam outros bancos. Os suspeitos foram presos pouco antes de realizarem um novo grande golpe, informou o delegado Glaydson Carvaçho, adjunto da Delegacia Estadual de Investigações Criminais.

Ele teriam combinado de se encontrar em um posto de combustíveis próximo ao Ginásio Rio Vermelho e foram abordados pela Polícia Civil. No local, dois foram detidos. Outros dois foram detidos nas próprias residências. Junto com o gerente, Samuel de Freitas Rosa, Elildon Nascimento Lima e Glauco Pires Ferreira, foram encaminhados à delegacia. Nenhum deles tinha antecendentes criminais e confirmaram a autoria dos crimes.

A Polícia Civil apreendeu com a quadrilha um Citroen C4, uma Tucson, ambos com documentos legais, mas que passarão por perícia. Com o gerente foi encontrado um Prisma que teria sido roubado em Brasíllia (DF). Além disso, eles portavam cartões e cheques fraudados. Apesar de ter sido demitido há uma semana, a Polícia Civil  disse que a causa da demissão não teria sido o envolvimento com a quadrilha.

 

Fonte: Site A Redação
Texto: Catherine Moraes
Foto: Google (Ilustração)