Genarc prende quadrilha que atuava em Anápolis e Goiânia. Dois membros são menores

512
Policial Civil do Genarc observa os presos

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), da 3ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Anápolis, prendeu na manhã da última terça-feira (25.09), cinco elementos, sendo dois menores, suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas no Residencial Copacabana. Foram presos Edvaldo Júnior Pereira dos Santos, Clauberson Diogo Alves Arias, Samara Maria de Oliveira e apreendidos os menores G.C.E. e C. E.S.A. Este último mantinha escondido em outra residência um veículo roubado.

O Delegado de Polícia, Alex Vasconcellos, Coordenador do Genarc, disse que as investigações tiveram início com o intuito de descobrir quem seria o chefe do tráfico na região do Copacabana, já que o setor é alvo de inúmeras denúncias na Polícia Civil.

Segundo Alex Vasconcelos, as informações chegadas à Polícia Civil davam conta de que uma quadrilha com ramificações em Goiânia e Anápolis estaria guardando drogas ilícitas e um veículo roubado em duas residências situadas no Residencial Copacabana. “Apuramos que no residencial mencionado duas residências eram pontos de drogas, com efetivo comércio, o que  motivou a operação”, assinalou Alex Vasconcellos.

 Com relação ao veículo, o Coordenador do Genarc disse que, conforme as investigações iniciais, o veículo apreendido seria objeto de troca por drogas. O mesmo foi roubado em Goiânia, no dia 20 de setembro último. Os autores foram reconhecidos pela vítima. Além do carro, na operação foram apreendidas inúmeras porções de crack, uma arma de fogo do tipo revólver calibre 38, cinco munições não deflagradas do mesmo calibre, uma balança digital com resquícios de drogas e a chave do veículo Gol.