5ª DRP: GIH de Luziânia prende dupla suspeita de homicídio praticado por emboscada

594
pai
Aenio  Vaz e Aécio Vaz: Filho e pai homicidas

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH), da Polícia Civil, de Luziânia, no Entorno de Brasília, prendeu uma dupla de suspeitos do homicídio de Douglas José Leandro da Silva e da tentativa de homicídio de Fabrício Pereira Alves, crimes ocorridos em fevereiro de 2014, no Bairro Jardim Europa, naquele município.

Aécio Vaz da Silva e Aenio Vaz da Silva, pai e filho, respectivamente, teriam planejado a execução das vítimas, após discussão na porta da casa de um dos autores.

Segundo o inquérito policial, presidido pelo Delegado Fernando Cabral Gili, Coordenador do GIH, o crime teve motivação fútil. Douglas, a vítima fatal, teria discutido com Aécio, que, em seguida, planejou uma emboscada com a ajuda do filho.

Aenio teria efetuado disparos de arma de fogo contras as vítimas. Além dos tiros, Douglas ainda foi ferido com uma faca na região do abdome, e faleceu no local.

De acordo com Fernando Gili, Aécio já havia sido preso em flagrante pela tentativa de homicídio de Leonardo Martins D’avila de Sousa, em 29 de janeiro de 2009, também por motivação fútil. A prisão preventiva da dupla foi pedida tão logo a investigação auferiu elementos de convicção sólidos quanto à autoria. “Trata-se de dois indivíduos que demonstraram um elevado grau de periculosidade pela brutalidade no modo de execução”, conta Gili.

O inquérito foi concluído e encaminhado para a Justiça. Segundo o Delegado, o sucesso da investigação deu-se também pelo empenho dos agentes de polícia Brasiliano Menezes e André Alexandre Moreira Dantas e da escrivã de polícia Mara Rosana dos Santos. O trabalho teve também o apoio do Delegado Regional da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), Rodrigo Mendes de Araújo.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / GIH