GIH, de Rio Verde, prende em Palmeiras autor de homicídio com motivação de vingança

825
Guilherme Cezário : Preso em Palmeiras de Goiás

Guilherme Alexandre Cezário, de 18  anos, com seis tiros Luciano Barros Stangler, de 20 anos. O crime ocorreu no dia 10 de janeiro passado, por volta das 20 horas, em uma lanchonete localizada na Rua Vitlalino, na Praça do Residencial Dona Gercina, em Rio Verde.  Preso preventivamente na última quinta-feira, dia 6, por Policiais Civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), de Rio Verde, o autor disse que matou Luciano pelo fato de a vitima tê-lo denunciado à polícia.

Segundo o Delegado Francisco Lipari, Coordenador do GIH, alguns dias antes do crime, a vítima teria afirmado policiais, durante uma abordagem, que Guilherme Cezário estaria comercializando armas de fogo e munições. Diante da informação, os Policiais Civis apreenderam uma arma de fogo em poder do autor, o que confirmou a denúncia feita pela vítima Luciano Stangler. Prometendo vingança, Guilherme Cezário matou a vítima.

No dia em que foi morta, a vítima encontrava-se na lanchonete acompanhada de amigos, momento em que o indiciado chegou ao local em uma bicicleta, aproximou-se pelas da vítima pelas costas e efetuou seis disparos fatais. Antes de matar Luciano, Guilherme ainda disse: “Vou te ensinar a ser “Cagueta”. A vítima falaceu 20 dias depois, no hospital. Foragido desde a data do crime, Guilherme Alexandre Cezário foi preso em Palmeiras de Goiás, após intensas investigações dos Policiais Civis do GIH, de Rio Verde. Conta ele havia um Mandado de Prisão Preventiva, expedido pela justiça. Atendendo representação feita pelo Delegado Francisco Lipari.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil 
Foto: Polícia Civil / GIH