Polícia Civil indicia militar por sequestro de filha de desembargador

863
delegado ceres
Delegado Marco Aurélio

A Polícia Civil concluiu o Inquérito que apurava o crime de extorsão mediante sequestro praticado contra a advogada Anne Cordeiro Rocha, filha do desembargador Orloff Neves Rocha. De acordo com o Delegado Marco Aurélio Euzébio Ferreira, de Ceres, três homens foram indiciados pelo crime, entre eles um policial militar, que seria o mentor do delito. “Durante as investigações nós conseguimos identificar os homens que entraram na residência e levaram a vítima. Após a prisão, um deles delatou o policial militar como sendo o mentor de toda a ação criminosa”.

O caso:

Na manhã do dia 02 de abril de 2014, dois homens entraram na residência de Anne Cordeiro Rocha Oliveira e Gilson Almeida de Oliveira, localizada no centro de Ceres, e renderam três funcionárias, ameaçando-as com uma arma de fogo. Posteriormente, a vítima Anne foi levada a uma estrada vicinal, próximo ao posto Nossa Senhora da Glória, na rodovia BR 153. Em seguida, os criminosos ligaram para familiares da vítima exigindo R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) como resgate, mas, no final do dia, acabaram liberando a advogada e fugiram sem receber a quantia.

Após diligências, a Polícia Civil chegou a Carleandro Sousa e Silva e Irinaldo Rosemiro de Medeiros, ex-detentos da antiga Cadeia Pública de Rialma, que foram reconhecidos pelas vítimas como sendo os dois criminosos que sequestraram Anne. Ao ser interrogado, Carleandro confessou a participação no delito e delatou o policial militar Fábio José Albino, como sendo o mentor do crime. Diante dos fatos, foi decretada a prisão de Fábio, que nega participação nos fatos.

De acordo com o Delegado, além de responder pela extorsão mediante sequestro, o trio também será indiciado por associação criminosa.