Operação Cidade Segura do Genarc leva sete criminosos para cadeia em Goianésia

493

Operação da Polícia Civil contou com a ajuda de cães farejadores

Sete pessoas foram presas por Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), de Goianésia, durante a Operação Cidade Segura. Dos sete presos, três foram resultados de autuações em flagrante por tráfico de drogas, uma por furto e outras três por força de Mandados de Prisão, sendo dois por crimes de furto e  um homicídio, crime ocorrido no último dia sete, no município.  

A Operação Cidade Segura teve como objetivo a realização de uma ação policial de impacto visando diminuir a criminalidade que nos últimos três meses tomou recrudesceu em Goianésia durante a greve dos Policiais Civis goianos. Os furtos  aumentaram 40%,, os roubos 70% e homicídios 85%. Só nos cinco primeiros dias de novembro foram registrados três homicídios e  cinco roubos por dia em média.

Com o fim da greve da Polícia Civil, decretada na quinta-feira, dia 12,  os policiais lotados na Delegacia de Polícia e no Genarc, de Goianésia, voltaram às ruas e iniciaram a  imediatamente Operação Policial Cidade Segura. Inicialmente, os policiais identificaram o autor do último homicídio  ocorrido na cidade, motivado por uma dívida de drogas entre a vítima e o autor. O Genarc apreendeu o menor que fornecia drogas ao autor e á vítima,  o que possibilitou a identificação do suspeito do homicídio, preso nas sequência das investigações.

De acordo com o Delegado Marco Antônio Mai Júnior, titular do  Genarc, com a apreensão do menor e traficante, os policias conseguiram ainda identificar o homem que fornecia drogas ao mesmo e a outros pequenos traficantes. Com a ajuda de um cão farejador, foram encontrados cerca 300 gramas de crack com o suspeito, um médio traficante responsável pelo abastecimento de diversos pontos de tráfico na cidade.

Posteriormente, com a continuidade da operação os policiais começaram a realizar diuturnamente diligências nos principais locais de vendas de drogas na cidade, visando coibir a venda de entorpecentes.  Ao todo a Operação Cidade Segura resultou na prisão de 20 pessoas Durante a Operação resultou na condução de 20 pessoas à sede do Genarc, a maioria por envolvimento com o uso de drogas

Foram presos na Operação Cidade Segura Alexandre Alecrim Guimarães, 25 anos, autuado pela 5ª vez por prática de crime de tráfico de drogas; Paulo Henrique Gomes de Souza, 20 anos, pela 3ª vez foi autuado por tráfico de drogas;   Jéssica de Barros Borges autuada por tráfico de drogas; Carlos Eduardo Maia, 8ª autuação por furto; Paulo Sérgio Costa, 24 anos, preso em virtude de mandado de prisão por ser acusado de homicídio; Júlio Cesar Alves Coelho, 25 anos, foragido da justiça e com mandado de prisão por prática de crime de furto; e Valdemi Antônio Silva,  vulgo  Dee Jay, 44 anos, foragido do regime semi aberto, cumprindo pena por crime de furto.

O resultado da Operação Cidade Segura foi positivo não só pelas prisões, mas também pelo fato de que no fim de semana em que os policiais estiveram nas ruas não foi registrado nenhum crime roubo e homicídio, mesmo que na forma tentada.  A realização da operação, coordenada pelo Delegado Marco AntônioMaia Júnior, contou com a participação dos Policiais Civis Aírton Jorge Gago Júnior, Emiliano Medeiros Sales, Eurico Moreira, Humberto Moreira Damasceno Júnior, Lorena Valeriano Abreu, Samuel Ferreira Borges, Valdeir José de Brito e Washington Luiz de Sousa Nogueira.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Genarc