Genarc, de Posse, prende três pessoas por tráfico de drogas e uma por estupro de vulnerável

484

Três pessoas foram presas por Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), de Posse, por tráfico de drogas e associação para o tráfico, durante Operação Manolo, realizada no dia 14 de Junho, em Iaciara. O Delegado Fernando Luiz Takemoto Zibordi, Coordenador do GENARC, disse que inicialmente foi realizado um trabalho de investigação, sendo apontados quatro pontos principais de comercialização de entorpecentes ilícitos na cidade. Durante a  operação foram cumpridos quatro Mandados de Busca e Apreensão e um Mandado de Prisão Preventiva.

Todos os mandados foram cumpridos no Setor Santa Luzia, local bastante conhecido na cidade em função da frequência de usuários e do comércio de drogas. O primeiro ponto tratava-se de um comércio com bastante movimento, enquanto os outros três locais da busca eram residência onde os próprios criminosos comercializavam o entorpecente.

José Pereira dos Santos

No primeiro local, uma mercearia, José Pereira dos Santos, o Zé Paraguai, foi preso em flagrante por estar mantendo em depósito várias pedras de crack já embaladas para a venda, dinheiro trocado, munição calibre 38 e vários objetos trocados por droga,  identificados como sendo fruto de furtos cometidos na região.

Reginaldo Pereira dos Santos

No segundo ponto foi preso o casal de traficantes Reginaldo Pereira dos Santos, o Terreca, e Cleonice Barbosa dos Reis, a Ucla. No momento em que os Policiais Civis entraram na casa, assim que a porta da residência fora arrombada, Reginaldo saiu correndo em direção à cozinha no intuito de apoderar-se de um revólver calibre 38 para revidar à ação dos policias, que agiram rápido e o prendera. No interior da casa foram encontradas estoque de munição 38 e várias porções de droga, também embaladas para revenda.

Ao final do cumprimento dos mandados de Busca e Apreensão, os Policiais Civis  efetuaram a prisão de um senhor investigado pelo crime de estupro de vulnerável. O caso chocou os moradores da cidade. Valdinei Pereira de Almeida, de 46 anos de idade, abusou sexualmente de sua sobrinha portadora de Síndrome de Down e ainda a ameaçou caso delatasse o fato a alguém. Poucos meses após do ato, a menor apresentou sinais de gravidez, posteriormente confirmado através de exame laboratorial A partir daí,  mtoda a covardia e violência vieram à tona, tendo a menor informado à sua genitora do ocorrido, apontando seu tio Valdinei como sendo o autor do crime.

Valdinei Pereira de Almeida

Participaram da Operação Manolo 11 Policiais Civis, a maioria de integrantes da da 13ª Delegacia Regional de Posse, e mais 15 outros policiais da cidade de Iaciara e Posse.  o Delegado Fernando Takemoto elogiou a atuação dos Policiais Civis José Fernando Caires da Silva e Jose Eustaquio Alencar Amaro pelos serviços investigatórios realizados, bem como o Sargento Arécio (Comandante do Destacamento de Iaciara) que auxiliou na empreitada, convocando os policiais da região.