Polícia Civil: Padrasto preso em Jataí por abusar sexualmente da enteada de 12 anos de idade

332

vovôPoliciais Civis da 14ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Jatai, prenderam na quinta-feira, dia 24, em Chapadão do Céu, na região sudoeste do Estado, o pedreiro Elzuir Teixeira, de 35 anos, suspeito de prática de crime de Estupro de Vulnerável, tendo como vítima a própria enteada A.V.S.C , de 12 anos. O pedreiro tinha em seu desfavor um Mandado de Prisão Preventiva.

Segundo o Delegado de Polícia André Fernandes de Almeida, Titular da DRP de Jataí, a vítima residia no Estado do Maranhão com a avó materna, mas em janeiro passado ano veio morar com a mãe e o padrasto em Goiás. Disse ainda André Fernandes que os abusos começaram ainda no mês de janeiro quando a adolescente pediu o aparelho celular emprestado do padrasto para ligar na cidade de Santa Filomena, no Maranhão. O padrasto disse à menor que não iria emprestar o aparelho, mas que daria um para ela caso ficasse com ele.

Consta das investigações que A.V.S.C. resistiu no começo, mas acabou sendo abusada sexualmente pela primeira vez nos dias seguintes à proposta e os abusos passaram, então, a ser freqüentes, duas ou três vezes por semana, e sempre quando a mãe da vítima, Antônia Vilmeide de Sá Costa, saia para o trabalho. Ao tomar conhecimento da situação, a mãe entrou em estado de choque. Os Policiais Civis apreenderam ainda cartas escritas pelo suspeito para a vítima.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Foto: Google (Ilustração)