Polícia Civil prende casal suspeito de assaltar pizzaria em Goiânia

360

mayanaA Polícia Civil apresentou nesta segunda-feira (23) um casal suspeito de assaltar uma pizzaria em Goiânia. Com Alexandro da Silva, de 29 anos, foram encontrados uma arma, maconha e comprimidos conhecidos como “Boa noite, Cinderela”.  Com Priscila Cardoso Costa, de 22 anos, a corporação encontrou um carro roubado, que levou à prisão de mais três suspeitos de esconder e vender veículos roubados, Jarly Soares Silveira, 22; Fernando Gomes de Araújo, 27; e Pedro Henrique de Jesus, 19.

A prisão dos cinco suspeitos aconteceu na quarta-feira (18). O casal era procurado pela polícia há cerca de três meses, depois de um assalto a uma pizzaria no Setor Novo Horizonte, na capital, quando um suspeito foi morto por um policial civil que estava no local foi vítima de tentativa de latrocínio. A delegada Mayana Rezende, chefe do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes, disse que, no dia do crime, outras duas pessoas também estavam envolvidas.

“Um comparsa deles entrou junto com a jovem no estabelecimento e, durante o assalto, trocou tiros com um policial civil que estava no local. O assaltante acabou morrendo antes de chegar no Cais e o policial não ficou ferido. Uma menor de idade foi apreendida ainda no dia assalto e encaminhada para a Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai)”, contou Mayana.

Na casa de Alexandro, foragido do semiaberto, no Setor Barra Vento, foram encontrados 300 gramas de maconha, 630 comprimidos de rohypnol, também conhecido como “Boa noite, Cinderela” e um revólver calibre 38, o mesmo utilizado no assalto à pizzaria. Na casa de Priscila, a polícia encontrou um carro roubado em 27 de abril, e era escondido por ela, Jarly, Fernando e Pedro Henrique, todos presos no local.