Polícia Civil prende parte de quadrilha especializada em roubos de veículos e joias

775
Joias apreendidas pelos Policiais Civis com a quadrilha.                     Foto 1

Cinco integrantes de uma quadrilha de 11 pessoas foram identificados e apresentados na manhã de ontem (10/10) pela Polícia Civil. Johny Kennedy da Silva Roque, Layon Gonçalves Fagundes da Silva e três adolescentes – dois garotos e uma menina.

Eles são apontados pelo delegado Edson Carneiro Caetano, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), como membros de um grupo criminoso especializado no roubo de veículos e joias, chefiado pelo ourives Roberto Amaral de Araújo, que também chegou a ser preso, mas foi libertado por decisão judicial e encontra-se foragido.

Além de Roberto e dos cinco suspeitos, integram a quadrilha, de acordo com a polícia, Maurício Vaz, Jeovane Souza Brito e Audieles Alves da Silva – que ainda não foram localizados -; e Dener Tavares dos Santos – que já foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória (CPP). O 11º membro da quadrilha, Rafael Cândido da Silva, foi preso, mas conseguiu fugir. Ele integrava o grupo de dez fugitivos da DERFRVA, no último dia 13 de setembro – na ocasião, os detentos aproveitaram a superlotação e uma queda de energia na delegacia para empreenderem a fuga.

Johny Kennedy Roque  e Layon Gonçalves Fagundes.  Foto 2

Segundo o delegado Edson Caetano, as investigações foram iniciadas há cerca de dois meses. Conforme explicou, a quadrilha agia desde o início, sob o comando de Roberto de Araújo.

Ourives, conhecedor da rotina de joalheiros, para os quais trabalhava e de quem chegava a ser amigo, ele indicava aos comparsas pessoas que deveriam assaltar, quando as vítimas estavam em poder das joias. O delegado Edson Caetano estima que a quadrilha fez outras 24 vítimas.

Fonte: O Popular
Foto 1:  Mantovani Fernandes, de  O Popular
Foto 2:  Demian Duarte, do Diário da Manhã