Polícia Civil prende professor suspeito de, ao menos, sete estupros em Caldas Novas

469
caldas
Wanderson Jhone Silva

O professor de educação física Wanderson Jhone Silva, de 25 anos, foi preso, no dia 15 de agosto, suspeito de estuprar pelo menos sete garotas, entre 9 e 15 anos de idade, em Caldas Novas, na Região Sul de Goiás. Segundo a delegada Sabrina Leles, titular da Delegacia da Mulher de Caldas Novas, ele trabalhava em três colégios de Morrinhos, na mesma região, e usava uma motocicleta para abordar as vítimas em Caldas Novas.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, o suspeito simulava ter outras profissões para tentar enganar as menores. “Ele se apresentava como conselheiro tutelar ou policial mostrava a carteira de reservista dele como se fosse uma funcional. Ele tentava primeiro convencer as crianças e adolescentes que levariam elas para algum tipo de averiguação. Ameaçava essas crianças de alguma forma”, afirmou.

Todas as vítimas procuraram a polícia e reconheceram o professor como autor dos crimes. Sabrina Leles espera que outras vítimas apareçam após a divulgação da imagem de Wanderson, preso em Morrinhos, a 58 quilômetros de Caldas Novas.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / DEAM / Caldas Novas