Polícia prende dois e fecha clínica de reabilitação após suspeitas de agressões

363

clinica2A Polícia Civil desencadeou nessa quarta-feira (31) a Operação Resgate, na Clínica Renascer/Nova Vida, localizada em uma chácara no setor Buena Vista, em Goiânia.  A ação, coordenada pelo delegado Eduardo Gomes, teve o apoio da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Assistência Social.

De acordo com o delegado Eduardo Gomes, no local foi constatada a prática de torturas físicas e psicológicas, como choques elétricos, castigos em quartos escuros, agressões com cassetete de madeira e uso irregular de medicamentos. Duas pessoas que trabalham na unidade foram presas, mas o dono conseguiu fugir durante a ação.

Segundo fiscalização da Vigilância Sanitária, a clínica não tinha condições de receber os pacientes devido às más condições de insalubridade. A clínica era dividida por um muro em dois espaços, sendo um para homens e outro para mulheres. No total, havia 56 pessoas no local, entre eles, um homem com mandado de prisão em aberto por estupro de vulnerável.

Eduardo Gomes contou ainda que os internos eram submetidos a agressões e tortura, tanto física quando psicológica. “Eles eram vítimas de enforcamento, por meio de mata leão, além de golpes com um cassetete de madeira, no qual estava escrito ‘boa noite’. Também localizamos uma máquina de dar choque”, detalha.