Roubo e tráfico: Policiais civis da 5ª DRP prendem três suspeitos e apreendem menor

527
5drp
Ulisses, Igor e Jonathan

Em apenas dois dias, policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Polícia, sediada em Luziânia, prenderam três criminosos e apreenderam uma menor. Em Cristalina, Ulisses Henrique Barbosa Guiotti, de 25 anos, vulgo Pingüim, foi preso no dia 11 de outubro, em cumprimento a mandado de prisão, pela prática dos crimes de roubo e corrupção de menores.

De acordo com as investigações, o fato que provocou a medida judicial ocorreu no dia 12 de fevereiro, quando Ulisses e dois menores, A.S.F. e L.S.F., roubaram, mediante uso de arma de fogo, objetos e valores da Panificadora JG Vitória, em Cristalina.

Na mesma data, 11 de outubro, em Luziânia, policiais do Grupo Especializado de Repressão a Narcóticos (GENARC) prenderam em flagrante, por tráfico, Jonathan Tavares Saavedra, de 21 anos. A residência de Jonathan, situada no Setor Norte de Luziânia, já era monitorada pelos policiais civis. Pouco antes de efetuarem a prisão, os agentes abordaram um indivíduo em um veículo que havia acabado de sair da boca de fumo, e encontraram com ele uma porção de cocaína.

Diante dessas informações, os policiais entraram na residência suspeita e surpreenderam Jonathan, sentado em um sofá com pedaços de plástico na mão, com os quais embalava cocaína. Para a polícia, o autuado afirmou que começou a traficar há aproximadamente quatro meses, e que comprava as drogas de uma pessoa, cujo nome disse desconhecer.

menor_cristalina
A menor R.M.S.R

Já no dia 13 de outubro, o GENARC de Valparaíso de Goiás, em cumprimento a um Mandado de Busca e Apreensão, apreendeu a menor, R.M.S.R, de 15 anos, por ato análogo ao crime de tráfico e associação. O fato, que ensejou a referida medida judicial contra a menor, ocorreu no dia 26 de março de 2014. R.M.S.R foi surpreendida vendendo entorpecente com o maior André Cassiano Camilo, numa boca de fumo do bairro Jardim Oriente, em Valparaíso.

Naquela ocasião, ambos foram levados para a delegacia, mas de acordo com a legislação vigente, apenas o maior foi preso. Entretanto, o delegado representou pela internação da menor e, após deferida, ela foi apreendida pelos policiais civis.

Também no dia 13 de outubro, a Polícia Civil de Cristalina cumpriu mais um mandado de prisão preventiva, este expedido em desfavor de Igor Pereira da Silva, vulgo Igor Araqum. O mandado foi cumprido em decorrência de um homicídio ocorrido no dia 28 de junho de 2014, durante um dos jogos do Brasil na Copa do Mundo, em frente ao Bar do Geovane, no bairro Jardim Planalto, em Cristalina.

Na ocasião, Igor Araquém, munido com uma arma de fogo, disparou cinco vezes contra Matheus Gomes Xavier, o qual foi a óbito no Hospital da cidade. Segundo o delegado Cassius Zamó, responsável pelo caso, o crime foi motivado por atritos pessoais. Autor e vítima teriam se agredido mutuamente. Após o crime, Araquém fugiu para a cidade de Irecê, Estado da Bahia. Assim que ele retornou, os policiais civis o prenderam em sua própria casa, em Cristalina.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / 5ª DRP