Assassinato: Policiais Civis de Aruanã prendem homem acusado de ter assassinado a amante

626

Policiais Civis de Aruanã prenderam no  último sábado(26),  Baltasar Rosa Pereira. Ele é  suspeito de ter assassinado a professora Débora Alecrim da Silva. Ela foi  encontrada morta no córrego Garrafão,  município de Aruanã. O fato ocorreu  no dia 15 de abril passado. A vítima foi encontrada apenas de calcinha debaixo da ponte sobre o córrego Garrafão na GO – 530 entre os municípios de Araguapaz e Aruanã. A mesma teve arrancado um dos dedos do pé  e apresentava  sinais de violência sexual. O Delegado de Polícia Marcos Vinícius da Costa Júnior, que preside as investigações, não descarta a participação de outros envolvidos no crime.

Baltasar foi encontrado no município de Santa Fé, em sua residência, para onde se mudou diantes antes do crime. Segundo populares, ele seria amante da vítima, fato que o suspeito não confirma. Após exame pericial, foi encontrado vestígio de sangue humano no veículo do suspeito, fato que levou a autoridade policial a representar pela prisão preventiva do suspeito. Segundo a perícia, Débora estaria supostamente grávida. O resultado dos exames complementares darão a  confirmação.

Marcos Vinícius  trabalha agora para  descobrir a motivação do crime, uma vez que a autoria está praticamente definida. Uma das hipóteses é que Baltasar, que é casado, estaria mantendo um relacionamento com Débora, também casada, e para encobrir o fato de ter uma amante e um filho desta relação extraconjugal, teria cometido o crime. Participaram da prisão de Baltasar,  Marcos Vinícius da Costa Júnior, responsável pela Delegacia de Polícia de Aruanã e pela Subdelegacia de Polícia de Britânia, e o Agente de Polícia Edson José de Freitas, lotado nesta última.

Texto: Lenita Brito
Ilustração: Google

Polícia Civil desvenda mais um homicídio