Policiais civis de Ceres prendem corretor que falsificava documentos da Prefeitura

534

Policiais Civis de Ceres, coordenados pelo Delegado Matheus Costa Melo, prenderam em flagrante Douglas dos Santos Menezes na madrugada de quinta-feira (15). Ele foi indiciado posse irregular de arma de fogo e uso de documentos falsificados.

Após receber informações da Prefeitura Municipal sobre a possível prática de crimes relacionados a falsificação de documento público e estelionato, a autoridade policial da distrital instaurou inquérito, realizou diligências e identificou Douglas, corretor de imóveis na cidade, como o principal suspeito dos crimes.

De acordo com as investigações, ele falsificava termos de doação da prefeitura datados de dezembro de 2011 e, após obter o pagamento do ITCD e registro do imóvel, revendia-os a terceiros como se fossem seus.

Foi então desencadeada a Operação Falsario, ocasião em que foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão nas residências do investigado. Durante as diligências, foram apreendidos uma espingarda. Os documentos falsificados apreendidos legalmente pertencem a outras pessoas e estão todos situados na Quadra Z-07, no Jardim Sorriso II.

Durante o interrogatório, o indiciado confessou a prática dos crimes e admitiu ter falsificado ao menos três termos de doação da Prefeitura de Ceres com o intuito de revender os lotes a terceiros. A Polícia Civil trabalha agora para identificar possíveis coautores do crime e pede que outras potenciais vítimas que tenham caído no golpe ou sejam proprietários legais dos lotes compareçam na Delegacia local para prestar declarações.