Policiais Civis do 2º DP, de Itumbiara, prendem pai e filho em flagrante por homicídio

541

Irone Ferreira dos Santos: Homicídio

Policiais Civis de Itumbiara prenderam em flagrante Irone Ferreira dos Santos, 38 anos, e seu filho Lucas Eduardo Barros dos Santos, 20 anos, acusados de serem os autores do homicídio de Mauro Batista Cavalcante, 32 anos, crime ocorrido na noite do último dia 16. Mauro Batista Cavalcante foi morto com 12 disparos de arma de fogo, quando trafegava na GO 309, sentido Itumbiara/Buriti Alegre.

Testemunhas presenciaram os disparos, entre elas um Policial Rodoviário Federal, que passava pelo local e visualizou os disparos. Ele identificou o veículo utilizado pelos autores. Segundo o Delegado Lucas Finholdt, titular do 2º Distrito Policial (DP), de Itumbiara, a vítima e os suspeitos passaram o dia em um bar próximo à rodovia. Um dos acusados ficou local enfurecido por suspeitar que a vítima estaria assediando a sua esposa.

Durante o interrogatório policial, os presos negaram a autoria, confessando apenas que estavam com a vítima poucos momentos antes do crime e que saíram do local bem no momento do delito. Na residência do suspeito Irone Ferreira dos Santos foram apreendidas 20 munições calibre 32, 01 munição calibre 32, pólvora para recarga de cartucho de armas de fogo e diversas espoletas. O veículo utilizado no crime foi apreendido pela equipe de policiais do 2º DP.

Lucas Eduardo Barros dos Santos

Além da autuação pelo homicídio qualificado por motivo fútil, os suspeitos responderão também pelo crime de posse irregular de munição, nos termos do artigo 12, da Lei 10.826/03. A pena de homicídio qualificado, em tese, é de 12 a 30 anos de reclusão. A pena da posse irregular de munição é de 1 a 3 anos.

Munição apreendia pela Polícia Civil / 2º DP

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
Fotos: Policia Civil / Itumbiara