Policiais civis de Luziânia prendem foragidos. Idosos são acusados de antigos homicídios

474
unnamed (71)
João Peixoto Santos

Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, prenderam, na última semana, dois homens acusados de homícidio. Ambos estavam foragidos da Justiça.

A primeira prisão aconteceu no dia 12 de maio. João Peixoto Santos, de 67 anos, foi preso em sua casa, em Luziânia. Ele foi condenado a seis anos de reclusão por homicídio ocorrido em 2005.

No dia seguinte, em 13 de maio, foi a vez da prisão de Ananias Alves Carneiro, 52 anos, acusado de ter assassinado sua companheira, Laudelina Cardoso da Silva, há 22 anos.

unnamed (72)
Ananias Alves Carneiro

De acordo com as investigações, Ananias matou a mulher com dois tiros de garrucha pelo fato de não aceitar o término da relação amorosa. O acusado foi encontrado e preso na cidade de Padre Bernardo e será julgado pelo Tribunal do Júri na comarca de Luziânia.

A família de Laudelina agradeceu ao delegado titular da 1ª DP de Luziânia, Igor Carvalho Carneiro, e comemorou a prisão do suspeito, mesmo após duas décadas do ocorrido. O delegado da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), Rodrigo Mendes, também parabenizou os policiais civis que trabalharam no cumprimento dos mandados.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / Luziânia