Policiais Civis de Porangatu prendem na Bahia acusado por homicídio

499

 

Sanio Junior Pereira de Souza, 20, acusado de matar com requintes de crueldade, Arcilene Machado Nunes, 27; em Porangatu, no dia 17 de outubro, foi preso na quinta-feira (17), na cidade de Barreiras (BA).

Segundo a Polícia Civil de Porangatu, o investigado seria o pai de um filho recém-nascido da vítima, que insistia para que ele assumisse a paternidade e registrasse a criança. Em razão da persistência de Arcilene, e no intuito de escapar da responsabilidade paterna, Sanio atraiu a vítima para sua casa, segundo a polícia. Lá, ligou o som em volume alto, para que os vizinhos nada percebessem, trancou a porta e matou a jovem com vinte e quatro facadas. Depois, trancou o corpo em seu próprio quarto e fugiu, passando por várias cidades, sendo preso na cidade de Barreiras (BA).

Após a prisão o investigado confessou, detalhadamente, a prática do crime. Segundo o Delegado da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher – DEAM, Vinícius Teles, o autor estava com a prisão preventiva decretada desde a data do crime e responderá por homicídio qualificado, cuja pena varia de 12 (doze) a 30 (trinta) anos de reclusão, haja vista o motivo torpe, a dissimulação, o meio cruel e o recurso que tornou impossível a defesa da vítima.

Fonte: http://www.jornaldiariodonorte.com.br