Policiais de Senador Canedo prendem acusado de pedofilia. Vítimas têm cinco e dez anos

460
unnamed (42)
Antônio Julião

Policiais civis de Senador Canedo prenderam preventivamente, no dia 19 de maio, Antônio Julião de Oliveira , suspeito da prática de dois crimes de estupro a vulnerável ocorridos em dezembro de 2012 e maio de 2013, naquela cidade.

Segundo Fabiane Drews Alvim, delegada titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Senador Canedo, que responde pelas atribuições de Delegacia Especializada de Proteção a Criança e Adolescente (DPCA), Julião estava foragido desde março deste ano.

De acordo com as investigações, em maio de 2013, o suspeito invadiu a residência de sua vizinha, Valdirene Silva dos Santos, e submeteu a criança I.P.S., de cinco anos, à prática de atos libidinosos diversos da conjunção carnal. Os fatos foram noticiados à DEAM de Senador Canedo.

Três dias depois, após divulgação do fato, outra vítima foi identificada. T.J.M.O., de dez anos, teria sido abusada no fim de 2012, quando o acusado adentrou em sua casa e lhe exibiu o órgão genital, já dando demonstração do perfil pedófilo.

O investigado, por ser bastante conhecido no bairro e gozar de credibilidade, já que demonstrava ser uma pessoa agradável e educada, tinha livre acesso às residências dos vizinhos, o que acabava facilitando os crimes. Ele, por sua vez, intimidava as crianças, as quais tinham receio de denunciá-lo.

A prisão de Antônio Julião foi realizada pelos policiais Vanderlan Moreira Porto, Gilmar Moreira de Lima e Marcelo Ponciano Ribeiro, sob o comando do delegado Alexandre Alvim Lima. A ação policial foi bastante comemorada, dada a repercussão dos fatos na cidade.

Texto: Flávia Guerra – Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Fotos: Polícia Civil / Senador Canedo