Escrituras falsas: Policiais civis de Valparaíso prendem idoso por tentativa de estelionato

420
napumoceno
José Nepomuceno

Policiais civis do 1º DP de Valparaíso de Goiás, no Entorno de Brasília, prenderam em flagrante, no dia 3 de novembro, José Nepomuceno de Medeiros, 67 anos, pelo crime de tentativa de estelionato. Ele estava anunciando e negociando terrenos alheios, apresentando procurações e escrituras falsas.

De acordo com as investigações, José Nepomuceno tentava vender três terrenos conjugados, no Parque Marajó, Valparaíso de Goiás, cujo proprietário, Severino Ribeiro da Silva, faleceu em 2004. A filha do proprietário, Teresa Cristina de Sousa Silva, soube que os terrenos, ainda em processo de inventário, estavam à venda, por intermédio do corretor de imóveis, Adeir Santos Moreira, 48 anos, que tomou conhecimento da venda quando procurava dois terrenos para um cliente.

Adeir desconfiou dos documentos apresentados por José Nepomuceno, que se autointitulava corretor de imóveis, e alertou a filha do proprietário. Antes de procurar a polícia, Teresa ligou para o suposto corretor, fingindo-se interessada em comprar os terrenos. A mulher encontrou-se com o suspeito e, ao verificar a documentação dos imóveis, percebeu que as assinaturas de seu pai estavam falsificadas.

Teresa Cristina, então, comunicou o fato à Polícia Civil. O delegado responsável pelo caso, Rafael Abrão, imediatamente, determinou aos agentes que diligenciassem a fim de prender o suspeito, que foi detido no mesmo local onde ele tentava vender os terrenos.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Valparaíso de Goiás