Policiais Civis prendem mais oito homicidas como parte da Operação Necandi, em Rio Verde

483

A Policiais Civis do Grupo de Investigação de Homicídios(GIH), da 8ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Rio Verde, dando continuidade a Operação Necandi, deflagrada inicialmente em outubro de 2012, prenderam na manhã da última sexta-feira, 22/02, mais oito acusados da prática de homicídios, crimes ocorridos, em sua  grande maioria, no ano de 2012. Segundo os Delegados Alexandre Augusto da Costa Câmara e Francisco Lipari Filho, que coordenaram as investigações, dentre as investigações que culminaram na prisão de tais indivíduos, duas delas chamam a atenção, principalmente pela crueldade.

Em uma das ocorrências, uma jovem foi violentamente esfaqueada numa loja de conveniência, na presença de várias pessoas, por motivo irrelevante. No outro caso, um dos presos, numa ação tresloucada e fútil, no afã de tirar a vida de um desafeto, o assassino dirigiu-se até um conhecido bar frequentado por universitários e, irresponsavelmente, efetuou vários disparos, que culminaram na morte de dois jovens, um deles estudante de agronomia e muito conhecido na cidade. Em razão desta mesma ação delituosa, dois outros jovens foram seriamente feridos, um no olho e outro no braço. Após o crime, o autor fugiu para o Estado da Bahia.

Foram presos na ação Willian Márcio Pereira, Samir Soares Rodrigues, Dyego Fernando de Lucena, Isaac Silva de Oliveira Neto, Sérgio de Freitas Martins, Paulo Henrique da Cruz Sousa, Hernane Cardoso de Araújo e Bruno Alves da Silva. A Polícia Civil de Rio Verde tem adotado a política de tolerância zero contra os crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Prova disso são os vinte e oito mandados de prisão cumpridos no período compreendido entre outubro de 2012 e fevereiro de 2013.Foi de vital importância para o sucesso da operação, o trabalho dos Agentes de Polícia Celino Henrique de Araújo e Humberto Ferreira de Oliveira, bem como da Escrivã de Polícia, Rafaela Dallagnol.