Policiais Civis prendem um dos principais traficantes de crack e cocaína com atuação em Iporá

385
Willian Almeida Campos, de 19 anos

Na manhã de ontem, 09/04, Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc), de Iporá,  prenderam em flagrante por tráfico de drogas Willian Almeida Campos, de 19 anos. Willian, o “Coquinho”, era um dos principais revendedores de crack e cocaína do município. O Delegado Ronaldo Pinto Leite, coordenador do Genarc, disse que Willian foi preso ao vender R$ 50,00 de crack para um casal de usuários. O traficante já estava sendo monitorado há aproximadamente 15 dias e foi flagrado no momento em que fazia a venda da droga.

Logo em seguida, os Policiais Civis foram até a residência de Willian e apreenderam duas pedras grandes de crack, duas pedras de pasta base, dois invólucros plásticos contendo cocaína já preparada para consumo, uma sacola contendo bicabornato, uma balança de precisão e munições. Também foram apreendidos mais de mil reais em dinheiro proveniente da venda de drogas.

O que mais chamou a atenção dos Policiais Civis foi a quantidade de jóias encontradas com Willian, além de relógios importados e documentos de identidade e CNHs de usuários – objetos que ficavam “penhorados” quando a droga era comprada para pagamento posterior. Nas últimas duas semanas, as denúncias contra o acusado se intensificaram e a Polícia Civil concentrou as investigações para realizar sua prisão em flagrante. O trabalho de investigação contou com o apoio de policiais da Delegacia de Polícia da cidade na realização da prisão em flagrante. Ronaldo Pinto Leite parabeniza os Policiais Civis do Genarc e da DP de Iporá pelo excelente trabalho de investigação e prisão em flagrante de um dos principais distribuidores de crack e cocaína da cidade.